mapa localização

BEM VINDOS - WELCOME- WILLKOMMEN - BIENVENIDO - YÔKOSO 「ようこそ」

Abaixo: Nossos prezados seguidores do site!

domingo, 27 de novembro de 2011

ELLEN WHITE E O NATAL

Ellen G. White e o Natal
O paganismo infiltrado na I.A.S.D

Uma Reflexão Sobre o Natal Segundo os Escritos de Ellen White

Os textos aqui citados encontram-se no livro
O LAR ADVENTISTA
de Ellen G. White
Capitulo 77
págs. 477 a 483


Ellen White
O Natal Como Dia de Festa
"Aproxima-se o Natal", eis a nota que soa através do mundo, de Norte a Sul e de Leste a Oeste. Para os jovens, de idade imatura, e mesmo para os de mais idade, é este um período de alegria geral, de grande regozijo. Mas o que é o Natal, que assim exige tão grande atenção? ... (O Lar Adventista pág 477 parágrafo 1)

Comentário
Realmente o natal é uma data comemorada em vários paises, em diferentes nações, mas por trás do natal existem muitas mentiras e um forte comércio, muitas pessoas que comemoram esta data cometem vários pecados, glutonarias, bebedices, festas, luxuria...... Isso nos faz pensar na pergunta de Ellen White “Mas o que é o Natal, que assim exige tão grande atenção?”.


O natal na história

O primeiro natal foi comemorado em 325 em Roma (Imperador Constantino)

A história confirma que o imperador Constantino, o Ano 313 D.C. adotou o cristianismo como sua religião, esse fato levou os dirigentes da igreja a racionalizarem; tornou-se uma boa política que se transformasse as festas mais populares dos pagãos em festas cristãs.

Se o objetivo era cristianizar grandes festas pagãs realizadas neste dia: a festa mitraica que celebrava o natalis invicti solis (nascimento vitorioso do sol), para que fosse lembrado o Seu nascimento no dia 25 de dezembro.
O imperador Constantino cristianizou muitas tradições pagãs além do Natal.
A mais conhecida é observação do domingo como dia de culto – dia pagão do deus sol - 321

Mas a data 25 de dezembro é bem mais antiga! Quando Ninrode fundava as duas cidades, mas antigas do mundo Babilônia e Ninive, ele mesmo se declarou como “o deus sol”. Após o seu falecimento sua esposa Semíramis (deusa lua) que também era sua mãe deu a luz a um filho no dia 25 de Dezembro e lhe deu o nome de Tamuz, “o filho do deus sol”, que futuramente seria conhecido como Baal.

A adoração do deus sol era comum a varias nações pagãs.

Rá ou Orus deuses egípcios do sol.
Apolo e Hélios deuses gregos do sol.
Baal deus sol da babilônia e varias nações antigas.
Mitra deus do sol dos persas.

Ao se afastar de Deus, o homem cria os seus próprios deuses, e destes, o que mais se destacou entre os pagãos, foi o culto ao deus do sol. Os nomes históricos revelam esta idolatria ao sol. Por exemplo:

Nabucodonosor = o sol protege minha coroa.
Faraó significa "Sol"
Belsazar = Príncipe de Bel significa Sol.

Ellen G White
O dia 25 de dezembro é supostamente o dia do nascimento de Jesus Cristo, e sua observância têm-se tornado costumeira e popular. Entretanto não há certeza de que se esteja guardando o verdadeiro dia do nascimento de nosso Salvador. A História não nos dá certeza absoluta disto. A Bíblia não nos informa a data precisa. Se o Senhor tivesse considerado este conhecimento essencial para a nossa salvação, Ele Se teria pronunciado através de Seus profetas e apóstolos, para que pudéssemos saber tudo a respeito do assunto. Mas o silêncio das Escrituras sobre este ponto dá-nos a evidência de que ele nos foi ocultado por razões as mais sábias. (O Lar Adventista pág 477 parágrafo 2)

Comentário
Neste texto Ellen White reconhece que não há base Bíblica ou histórica que confirme o nascimento de Jesus no dia 25 de dezembro, sendo a sua observação uma tradição sem base para confirmação, mas ligada somente a suposições que não nos dá nenhuma certeza que Jesus tenha nascido neste dia.

Curiosidade
Por mais estranho que pareça os hebreus não tinham o costume de celebra o aniversário, ou pelo menos, não é mencionado na Bíblia. Mas entre o povo pagão parecia ser comum: Faraó em Gênesis 40:20 e Herodes em Mateus 14:6 e Marcos 6:21.

Ellen G White
Em Sua sabedoria o Senhor ocultou o lugar onde sepultou Moisés. Deus o sepultou e Deus o ressuscitou e o levou para o Céu. Este procedimento visava prevenir a idolatria. Aquele contra quem se haviam rebelado quando estava em serviço ativo, a quem haviam provocado quase além dos limites da resistência humana, era quase adorado como Deus depois de separado deles pela morte. Pela mesma razão é que Ele ocultou o dia preciso do nascimento de Cristo, para que o dia não recebesse a honra que devia ser dada a Cristo como Redentor do mundo - Aquele que deve ser recebido, em quem se deve crer e confiar como Aquele que pode salvar perfeitamente todos os que a Ele vêm. A adoração da alma deve ser prestada a Jesus como o Filho do infinito Deus. Review and Herald, 9 de dezembro de 1884. (O Lar Adventista pag 477 parágrafo 3)

Comentário
Ellen White reconhece que Deus ocultou o dia do nascimento de cristo, para que o dia não fosse idolatrado, veja em destaque;

“Pela mesma razão é que Ele ocultou o dia preciso do nascimento de Cristo, para que o dia não recebesse a honra que devia ser dada a Cristo como Redentor do mundo”

A questão agora é...
Ellen White diz que pela mesma razão que ocultou o lugar onde Moises morreu, também, ocultou o dia do nascimento de Jesus, para que o dia não fosse idolatrado, mas mesmo sabendo disso, ela da uma grande importância ao dia 25 de dezembro, tanto que escreveu um capitulo inteiro falando sobre como devemos agir na comemoração!

Ora se Deus ocultou o dia do nascimento de Jesus para que não se dessa tal importância, ou seja, idolatra o dia, o homem pegou um dia emprestado do paganismo e cristianizou a data, que Ellen White incentiva a ser observada.

Porque Ellen White reconhecendo que o natal não tem base bíblica e histórica para ser comemorado, mas sim uma tradição de homens, e que Deus ocultou o dia para que não fosse idolatrado, porque EGW incentiva a observância do natal?
Porque ela chega a ponto de dizer que o natal é uma ocasião para honrar a Deus?
Ora! Temos a oportunidade de honra a Deus todos os dias! Não devemos nos apegar a um dia que foi criado a parti de mentiras e de nascimento de um falso deus (Tamuz)!


Ellen White
Natal - Ocasião Para Honrar a Deus
Pelo mundo os feriados são passados em frivolidades e extravagância, glutonaria e ostentação. ... Milhares de dólares serão gastos de modo pior do que se fossem lançados fora, no próximo Natal e Ano Novo, em condescendências desnecessárias. Mas temos o privilégio de afastar-nos dos costumes e práticas desta época degenerada; e em vez de gastar meios meramente na satisfação do apetite, ou com ornamentos desnecessários ou artigos de vestuário, podemos tornar as festividades vindouras uma ocasião para honrar e glorificar a Deus. Review and Herald, 11 de dezembro de 1879. (O Lar Adventista pág. 480)

Comentário
Parece haver um paradoxo entre o natal e o sábado, veja:
Sábado dia do Senhor, nascimento oculto.
Domingo dia do deus sol, nascimento dia 25 dezembro.
Ora, sabemos que tanto o natal quanto o domingo são de origem pagã!
Será que Ellen White sabia da origem pagã do natal?

Revista Adventista
A afirmação de que o natal tem origem pagã provém da Revista Adventista:

“Como instituição religiosa, o Natal não tem fundamento na Bíblia, e sim no paganismo. Nem Jesus Cristo nem os apóstolos instituíram o Natal. Como costume, ele veio do paganismo, e foi introduzido na Igreja Católica por volta do século IV, baseando-se, portanto, na autoridade dessa igreja e não da Palavra de Deus”.(Revista Adventista, dezembro de 1984, p. 14).

Você esta vendo?
A própria revista adventista reconhece que o natal tem a origem no paganismo e que se baseava, na autoridade da igreja e não da Palavra de Deus!
E vemos aqui que Ellen White incentivando tal pratica!
No que ela se baseou para incentiva a observação do dia 25 como o dia do nascimento de Jesus?

Ellen White
Sendo que o dia 25 de dezembro é observado em comemoração do nascimento de Cristo, e sendo que as crianças têm sido instruídas por preceito e exemplo que este foi indubitavelmente um dia de alegria e regozijo, será difícil passar por alto este período sem lhe dar alguma atenção. Ele pode ser utilizado para um bom propósito. (O Lar Adventista Pág 478)

Comentário
Ora! Se Ellen White não tem a certeza que Jesus nasceu no dia 25 de dezembro, como ela pode afirmar indubitavelmente que esse foi um dia de alegria?
A palavra “indubitavelmente” significa que não há duvida, incontestável, irrefragável.
Ela ainda ensina que devemos continuar a mentir para nossos filhos! Sendo que as crianças foram instruídas e dadas um exemplo errôneo do nascimento de Cristo no dia 25 de dezembro! Ela nos orienta a ensinar mais ou menos assim; “o dia 25 foi com certeza um dia de alegria em comemoração ao nascimento de Jesus”.

Curiosidades
Papai Noel
Uma das mentiras contadas por este natal pagão e a do bom velhinho que vem pela chaminé e deixa presentes para as crianças.

Diz à lenda que tudo começou com São Nicolau no século IV, um acerbispo que distribuía saquinhos de dinheiro entre os pobres.

O Papai Noel que conhecemos hoje. foi criado pelo Cartunista americano Thomas Nast em 1886 na revista Harper’s Weeklys. Papai Noel até então era representado com roupas de inverno, porém na cor verde.

As histórias fizeram de Saint Claus uma espécie de deus, com onisciência (saber os endereços de todas as crianças), onipotência (poder multiplicar brinquedos) e onipresente (visitar todas as casas em uma só noite). Um velho gordo com uma mágica para entrar pelas chaminés apertadas.

Presépios de Natal
O presépio é um altar a Baal, consagrado desde a antiga babilônia. É um estímulo à idolatria! A tradição teve origem na igreja católica no ano de 1223, seu autor São Francisco de Assis. Mais uma demonstração de Idolatria por parte dos católicos.
Veja; Êxodo 20; 4-6

Árvore de Natal
Conta a historia que Tamuz filho de Ninrode um dia saiu para caçar, e acabou sendo morto por animais, seu corpo caiu sobre um tronco apodrecido, de onde brotou um pinheiro.

Semíramis entendeu que o pinheiro era o símbolo de Tamuz, suas sacerdotisas levavam pinheiros para suas casas e os enfeitavam no dia 24 de dezembro e choravam pelo jovem Tamuz, que havia morrido (veja Ezequiel 8:14), e no dia 25 comemoravam seu renascimento, trocando presente entre elas, por isso o dia 25 de Dezembro era chamado de “o nascimento vitorioso do sol”, e começaram a adorar árvores.

Adoradores de Árvores
A bíblia menciona varias vazes esses tais adoradores de árvores, fazendo seus sacrifícios em altares debaixo de árvores. Veja: Jeremias 2:20

O Senhor teu Deus diz; “povo de Israel, faz muito tempo que você rejeitou a minha autoridade. Você não quis me obedecer, nem me adorar. E, em todos os montes altos e debaixo de todas as árvores que dão sombra, você praticava imoralidade na adoração aos deuses”.

Veja também; Isaías 57:3-8

Nas religiões pagãs o pinheiro é considerado um símbolo de poder, por ser uma árvore muito forte que não perde sua folhagem no inverno.

Na mitologia nórdica é o símbolo de Odim.
Na religião celta e um deus da natureza
Os Romanos penduravam máscaras de Baco (o deus do vinho) em pinheiros para comemorar uma festa chamada de “Saturnália, Bacanal ou Brunalha”.

Menciona também o ritual de enfeitar as árvores, que é algo reprovado por Deus:

Assim diz o Senhor: Não aprendais o caminho dos gentios, nem vos espanteis com os sinais dos céus, porque com eles os gentios se atemorizam. Porque os costumes dos povos são vaidade; pois cortam do bosque um madeiro, obra das mãos do artífice,com machado; com prata e ouro o enfeitam, com pregos e martelos o fixam, para que não oscile. Jeremias 10:2-4.

A tradição de enfeitar a árvore de natal passou a fazer parte do cristianismo no século 16, introduzida por Martinho Lutero, e copiada pelos católicos.

Podemos armar uma árvore em nossas casas?

Vejamos que diz a Bíblia:

Não meterás, pois, coisa abominável em tua casa, para que não sejas amaldiçoado, semelhante a ela; de todo, a detestarás e, de todo, a abominarás, pois é amaldiçoada. Deuteronômio 7:26.

Podemos armar uma árvore de natal na igreja?

Veja o que diz a Bíblia:

“Não colocarás asserá alguma nem plantarás qualquer árvore ao lado do altar que levantares ao Senhor, teu Deus. Não erigirás estrelas, porque o Senhor, teu Deus, odeia”. Deuteronômio 16:21-22 (Bíblia Ave Maria, tradução católica)

Deus deixa claro que odeia tal pratica!

Veja agora, o que Ellen White escreveu sobre a árvore de natal:

Ellen White
"Devemos Armar uma Árvore de Natal?"
Deus muito Se alegraria se no Natal cada igreja tivesse uma árvore de Natal sobre a qual pendurar ofertas, grandes e pequenas, para essas casas de culto. Têm chegado a nós cartas com a interrogação: Devemos ter árvores de Natal? Não seria isto acompanhar o mundo? Respondemos: Podeis fazê-lo à semelhança do mundo, se tiverdes disposição para isto, ou podeis fazê-lo muito diferente. Não há particular pecado em selecionar um fragrante pinheiro e pô-lo em nossas igrejas, mas o pecado está no motivo que induz à ação e no uso que é feito dos presentes postos na árvore. (O Lar Adventista pág. 482)

Parece não haver harmonia entre Ellen White e a Bíblia, veja:

Comentário
Na época de Ellen White já havia muitas duvidas sobre a árvore de natal, muitas pessoas escreviam para EGW, fazendo perguntas “Devemos ter árvores de Natal? Não seria isto acompanhar o mundo?”. Note que o texto traz a palavra “Respondemos” isso significa que não era a opinião de Ellen White, mais provavelmente a do seu marido Tiago White.

Ellen White diz que “Deus muito Se alegraria se no Natal cada igreja tivesse uma árvore de Natal”. E que “Não há particular pecado em selecionar um fragrante pinheiro e pô-lo em nossas igrejas”.

E mais “Podeis fazê-lo à semelhança do mundo, se tiverdes disposição para isto, ou podeis fazê-lo muito diferente”. Ela esta aconselhando que podemos fazer assim como o mundo o faz. Ma a bíblia nos aconselha a não imitar o mundo!
(veja Collossenses 2:8 e 1João 2:15-17). O que é um sinal de um falso profeta! Leia 1Pedro 2:1

Mas a Bíblia diz que Deus odeia tal pratica, que é idolatria. O apostolo Paulo nos aconselha a fugir da idolatria (1Coríntios 10:14-15), e que ligação há entre o santuário de Deus e os ídolos? (2Coríntios 6:16). Nem Jesus, nem os apóstolos aconselharam a armar uma árvore de natal na igreja!

Se Deus condena porque Ellen White apóia? Um dos dois deve esta errado! Deus ou Ellen White? Eu prefiro confiar em Deus!

O que Ellen White esta ensinando é a observar a tradição de homens, nos vemos que Jesus também enfrentou aqueles que ensinavam doutrinas de homens!

Respondeu-lhes: Bem profetizou Isaías a respeito de vós, hipócritas, como está escrito: Este povo honra-me com os lábios, mas o seu coração está longe de mim. E em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos de homens. E disse-lhes ainda: jeitosamente rejeitais o preceito de Deus para guardardes a vossa própria tradição. Marcos 7:6-9

“Quando o profeta ou sonhador se levantar no meio de ti e te anunciar um sinal ou prodígio, e suceder o tal sinal ou prodígio de que te houver falado, e disser: Vamos após outros deuses, que não conheceste, e sirvamo-los, não ouvirás as palavras desse profeta ou sonhador; porquanto o Senhor, vosso Deus, vos prova, para saber se amais o Senhor, vosso Deus, de todo coração e de todo a vossa alma”. Deuteronômio 13:1-3


O que Ellen White ensina no capitulo 77 do livro O Lar Adventista é prova viva que ela estava levando o povo a adorar um deus estranho!


Ellen White
A árvore pode ser tão alta e seus ramos tão vastos quanto o requeiram a ocasião; mas os seus galhos estejam carregados com o fruto de ouro e prata de vossa beneficência, e apresentai isto a Deus como vosso presente de Natal. Sejam vossas doações santificadas pela oração. Review and Herald, 11 de dezembro de 1879. (O Lar Adventista pág. 482)

Comentário
Segundo Ellen White devemos armar uma árvore de natal para dar de presente para Deus. E como se levanta-se um poste ídolo para Deus, o que é idolatria! E diz que “seus galhos estejam carregados com o fruto de ouro e prata”, que podemos comparar com a vaidade dos povos pagãos que enfeitavam suas árvores com prata e ouro. Jeremias 10:2-4.

Ellen White
“Árvore de Natal com Ofertas Missionárias não é Pecado. Não devem os pais adotar a posição de que uma árvore de Natal posta na igreja para alegrar os alunos da Escola Sabatina seja pecado, pois pode ela ser uma grande bênção. Ponde-lhes diante do espírito objetos benevolentes.” (O Lar Adventista, pág. 482)

Comentário
Parece que para Ellen White, um ídolo coberto de ofertas se torna algo santo.
E ainda incentiva os pais e professores da escola sabatina, dizendo que não há pecado algum na idolatria.
Será que Ellen White conhecia a origem pagã do natal? Que o pinheiro era símbolo de vários deuses dos pagãos?

Claro que sim! Ela sabia! O que faltou a ela foi discernimento. Se o domingo era dedicado ao deus sol, o natal também!

Ellen White
Recomenda-se Dar aos Filhos Livros Como Presentes
Há muitos que não têm livros e publicações sobre a verdade presente. Aqui está um grande campo onde o dinheiro pode ser investido com segurança. Há grande número de crianças que pode ser suprido com leitura. The Sunshine Series, Golden Grains Series, Poems, Sabbath Readings, etc., são todos livros preciosos e podem ser introduzidos seguramente em cada família. As pequenas quantias gastas em guloseimas e brinquedos inúteis podem ser acumuladas e com isto comprar esses volumes. ...
Os que desejarem fazer caros presentes a seus filhos, netos, sobrinhos, procurem para eles os livros acima mencionados. Para os jovens a Vida de José Bates é um tesouro; também os três volumes de O Espírito de Profecia. Esses volumes podem ser levados a cada família na Terra. Deus está dando a luz do Céu, e nenhuma família deve ficar sem ela.Sejam os presentes que façais, da espécie que espalhe raios de luz sobre o caminho que conduz ao Céu. Review and Herald, 11 de dezembro de 1879. (O Lar Adventista, pág. 479)

Comentário
Aqui nos encontramos o motivo pelo qual Ellen White aprovou a comemoração do natal, e a ornamentação da árvore de natal nas igrejas. O motivo era comercial! o lucro fácil que a comemoração do natal podia trazer! Pense bem, Ellen White recomenda que se de livros de presente (The Sunshine Series, Golden Grains Series, Poems, Sabbath Readings, a Vida de José Bates e também os três volumes de O Espírito de Profecia). Você também achou estranho? São livros escritos por adventistas, estes livros são grandes fontes de lucro, inclusive para Ellen White que recomenda que se de os três volumes do livro O Espírito de Profecia, que ela mesma escreveu! Então para mim fica claro que o objetivo de incentivar uma comemoração pagã, e a de lucrar com a venda de livros!

Os falsos mestres
Se alguém ensina outra doutrina e não concorda com as são palavras de nosso Senhor Jesus Cristo e com o ensino segundo a piedade, é enfatuado, nada entende, mas tem mania por questões e contendas de palavras, de que nascem inveja, provocação, difamações, suspeitas malignas, altercações sem fim, por homens cuja mente é pervertida e privados da verdade, supondo que a piedade é fonte de lucro. (1Timóteo 6:3-5)


“Portanto, meus amados, fugi da idolatria. Falo como a entendidos; julgai vós mesmos o que digo.”.
1Coríntios 10:14-15.

Comentário: Como pode um adventista abrir a boca pra falar mal da igreja Católica,bem como  das demais religiões, acusando-as de paganismo, se dentro do seu sistema, a coisa  tá podre e cheira mal


by bispo bloggeiro

Acesse este link: solascriptura-tt.org/Diversos/NatalVeioDoPaganismo-Helio.htm


7 comentários:

  1. É VOMITAR E COMER O PRÓPRIO VOMITO, ISTO É NOJENTO, UMA PSICOPATA QUE ELEVOU A LOUCURA AO EXTREMO E O PIOR SÃO AS PESSOAS ACREDITAREM EM TAL ABSURDO UMA IGREJA SE COMPARA A MELHOR DAS MELHORES DIGNA DE MERECER O CÉU MAS SE DEIXOU ENGANAR NUMA TRADIÇÃO PAGÃ SABENDO QUE A BÍBLIA NÃO APOIA MALDITOS BLASFEMADORES MERECEM O INFERNO E NÃO O CÉU.

    ResponderExcluir
  2. Correto meu prezado Ateu Seus comentários são sempre bem vindos,valeu pela força!

    ResponderExcluir
  3. Afirmamos que aqueles que guardam o domingo estão prestando homenagens a quem o criou, ou seja, aos romanos. E quando comemoramos o Natal estamos prestando homenagens a quem? Sim porque em algum momento da história alguém (Que não é Deus)também criou esta solenidade. Portanto a resposta à pergunta é: Quando comemoramos o natal estamos prestando homenagem a quem criou o natal.

    ResponderExcluir
  4. Quem deve responder a esta pergunta,são os fanaticos Whiatianos, que detesta o domingo e amam o natal... vai entender este povo!

    ResponderExcluir
  5. Saira orgulho divino de ser adventista19 de dezembro de 2014 14:30

    Acredito que Você leu mas livros da Ellen White do que eu que sou adventista do 7ªdia , estava procurando o livro dela que falava sobre o Natal e olha onde encontrei ,me ajudou bastante . Faça um site falando sobre o amor de Jesus que irá te fazer bem melhor, vai tirar essa hipocrisia de dentro .

    ResponderExcluir

SEU COMENTÁRIO SÓ SERÁ PUBLICADO, SE TIVER SEU NOME E EMAIL, CASO CONTRÁRIO, NÃO SERÁ PUBLICADO. Só será publicado se for para refutação com base. Teremos o prazer de publicar, caso contrário não será publicado.