mapa localização

BEM VINDOS - WELCOME- WILLKOMMEN - BIENVENIDO - YÔKOSO 「ようこそ」

Abaixo: Nossos prezados seguidores do site!

quinta-feira, 17 de março de 2011

OS MITOS DE ELLEN WHITE - PARTE 1

Título da obra em inglês:
"WHITE WASHED"
Capítulo 6
Avançada Para Seu Tempo?
De que fonte recebeu ela (Ellen G. White) as novas e abundantes idéias que se
encontram em seus escritos...? Não as pôde ter aprendido de livros, porque eles (os
outros livros) não contêm tais idéias" - Tiago White em Life Sketches, páginas 328,
329, edição de 1880.
Todo mundo quer ter boa saúde, mas, como distinguir entre o que melhora e o que deteriora a saúde? Que pautas e princípios devemos seguir em nossa busca da boa saúde?Poucas pessoas estariam em desacordo em que as ciências da saúde experimentaram revisões substanciais com o correr dos anos. Em alguns casos, os profissionais da saúde têm promovido modas debilitadoras que estorvam a busca de uma vida saudável. Como resultado, a sociedade nem sempre se beneficiou do que a ciência médica tem promovido. Neste meio, os Adventistas do Sétimo Dia, os Mórmons e outros devem ser felicitados por viver uma média de 8 anos mais que os que não praticam genuínos princípios de boa saúde. De onde receberam originalmente os Adventistas do Sétimo Dia seu interesse pela saúde?Se você acha que o interesse deles é principalmente o resultado dos escritos de Ellen G. White, você está correto em grande parte. Nenhum Adventista do Sétimo Dia pode falar da "mensagem sobre a saúde" sem se referir diretamente a Ellen G. White.
E aqui é onde começam as dificuldades. O que Ellen G. White escreveu sobre a saúde foi ensinado seletivamente aos membros no curso dos anos. Suas afirmações relativas a genuínos princípios de saúde propagaram-se amplamente. Mas seus erros garrafais foram purgados de seus escritos numa tentativa por cultivar o mito de sua inspiração divina.
Se você é Adventista do Sétimo Dia, possivelmente você acha que, por meio de visões, Deus deu a Ellen G. White uma mensagem exclusiva sobre a saúde. É também provável que a você tenham ensinado que aquelas visões permitiram que o ensino de Ellen G.White sobre a saúde estivesse livre de erro e muito avançado para seu tempo. Mas, ao avaliar você os fatos concernentes à mensagem de Ellen G. White sobre a saúde,considere três afirmações populares que fazem os Adventistas do Sétimo Dia:
1. A mensagem de Ellen G. White sobre a saúde foi dada exclusivamente a ela por meio de visões inspiradas divinamente.
2. Ellen G. White não copiou sua mensagem sobre a saúde dos escritos de outros  autores; e
3. As mensagens de Ellen G. White sobre a saúde estavam livres de erro e muito avançadas para os conhecimentos científicos de seu tempo .
Note-se como seu esposo, Tiago White, reforçou estas afirmações quando escreveu em 1880:
"A Sra. White escreveu e falou a respeito de uma centena de coisas, tão certas como formosas e harmoniosas, que não se encontram em escritos alheios e são novas para a maior parte dos leitores e ouvintes inteligentes. E se não se encontram impressas e não se mencionam em sermões apresentados desde o púlpito, onde as encontrou a Sra.White? De que fonte recebeu as idéias novas e abundantes que se encontram em seus escritos e discursos? Ela não as pôde ter aprendido em livros, porque eles não contêm tais idéias". - Life Sketches, páginas 328, 329, edição de 1880.Se você acha que Ellen G. White não pôde ter aprendido sua "nova" informação em livros porque "eles não contêm tais idéias", passe meia hora revisando os fatos comigo.Enquanto escrevo estou a olhar um livro pequeno, de 156 páginas, publicado em 1844,que tem um título muito longo: Cura Pela Água para Senhoras: Uma Obra Popular Sobre a Saúde, a Dieta, e o Regime de Mulheres e Meninos, e a Prevenção e a Cura de Doenças, com uma Completa Descrição dos Processos da Cura por Água; Ilustrada Com Vários Casos. O autor deste livro sobre a saúde é a Sra. M. L. Shew. A cópia que eu tenho foi revisada por Joel Shew, M. D., talvez o filho ou o esposo da Sra. Shew. Já que minha cópia do livro diz que é a terceira impressão, é evidente que este livro foi escrito e publicado pela primeira vez muito antes de 1844. Isto indica que a Sra. Shew escreveu pelo menos vinte anos antes que Ellen G. White recebesse sua primeira visão sobre a saúde em 1863 e começasse a publicar seus materiais sobre saúde em 1865.
Esta é sua oportunidade de comparar as declarações de Ellen G. White com o que a Sra.Shew publicou sobre vários temas da saúde mais de duas décadas antes. Estas citações da Sra. Shew não foram publicadas por nenhum outro pesquisador moderno e não foram descobertas senão até 1993. Lembre que você lerá conceitos e princípios básicos ensinados por facultativos da saúde neste país [Estados Unidos] antes de 1844, e compará-los-á com o que Ellen G. White escreveu pelo menos vinte anos depois.Examinemos só um tema da saúde a cada vez. Em cada exemplo, citar-se-á primeiro uma afirmação do livro da Sra. Shew ("MLS"), e depois se seguirão citações de Ellen G. White ("EGW"). A cada afirmação está claramente diferenciada na margem esquerda pelas iniciais da autora e a data em que foi escrita.
ÁLCOOL
MLS 1844 : "O álcool é um veneno mortal e ...um estimulante que se difunde rapidamente ...os tecidos estão sempre envenenados e sua vitalidade é destruída em proporção com a quantidade de álcool ingerida". – Cura Por Água Para Senhoras, escrito em 1844.
EGW 1897 : " Por que não advogam eles a reforma mediante o firmar os pés nos princípios, determinados a não provarem bebida alcoólica ou a não usarem o fumo?
Estes são venenos, e seu uso é uma violação da lei de Deus". – Temperança, p. 103, escrito em 1897.
EGW 1881 : " É uma advertência muito vigorosa contra o uso de estimulantes e narcóticos tais como chá, café, fumo, álcool e morfina ". – Conselhos Sobre o Regime Alimentar, p. 63, escrito em 1881.
EGW 1898 : " Há no mundo uma multidão de seres humanos degradados, os quais,cedendo em sua juventude à tentação do fumo e do álcool, envenenaram os tecidos da estrutura humana... ". – Temperança, p. 36, escrito em 1898.
Notou você que Ellen G. White fez eco, em termos gerais, das idéias sobre o álcool que a Sra. Shew tinha escrito e ensinado pelo menos duas décadas antes? Quando se trata de informação sobre álcool, Ellen G. White não se adiantou para sua época.
Mas o que possivelmente você não saiba é que a mesma Ellen G. White bebeu vinho fermentado cinco anos após receber suas mensagens sobre a saúde condenando as bebidas alcoólicas e continuou bebendo vinho até o fim de sua vida (vejam-se os comentários de Tiago White em Advent Review and Sabbath Herald de setembro de 1868, e Arthur L. White em Ellen G. White, tomo 6, p. 53).
A evidência é que ELLEN G. WHITE NÃO TINHA INFORMAÇÃO EXCLUSIVA
SOBRE O ÁLCOOL, NÃO ESTAVA ADIANTADA PARA SEU TEMPO, contradizia a Bíblia e não estava à altura do elevado modelo que exigia dos demais.
DROGAS MEDICINAIS
MLS 1844 : "Não se pode confiar nas drogas medicinais. Em nenhuma delas. E esta é a verdadeira razão pela qual se tenham multiplicado desse modo. ...Corretamente administrada, a cura por água é sempre completamente inócua e fará bem. Não são assim as drogas medicinais. Ainda que em pequenas doses, algumas vezes produzem resultados fatais. Sempre produzem doenças. Quem sabe com que freqüência os bebês e os meninos foram drogados até lhes causar a morte? Agora não estamos a falar dos médicos. Mas, com freqüência, os médicos fazem dano com suas drogas. Tanto as medicinas como os alimentos que eles recomendam são com freqüência das mais prejudiciais". – Cura por Água Para Senhoras, pp. iv, v, escrito em 1844.
EGW 1865 : "Maior número de mortes têm tido como causa a ingestão de drogas do que outras quaisquer causas combinadas. Se houvesse na Terra um médico em lugar de milhares, grande número de mortes prematuras se teria evitado. Multidões de médicos, e milhares de drogas, têm sido malefício para os habitantes da Terra, e têm levado para a tumba prematura a milhares e milhões. ... Drogas jamais curam doenças. A enorme variedade de medicamentos que existe no mercado, os numerosos anúncios de novas drogas e misturas, todas, como dizem, produzindo curas milagrosas, matam centenas enquanto trazem benefícios a um só". – Mensagens Escolhidas, Volume 2, páginas 450,451 e 454, escrito em 1865.
Novamente, Ellen G. White repete o que a Sra. Shew tinha escrito e ensinado 21 anos antes. Contradiz isto a afirmação de Tiago White de que "ela não pôde te-las aprendido de livros"? E é verdade que "as drogas nunca curam as doenças"?
Pergunte a qualquer médico quantos pacientes conhece cujas vidas foram salvas pelo uso de medicamentosà base de drogas.
SAL
MLS 1844 : "Há todas as razões do mundo para achar que ele (o sal) não só serve para predispor o corpo a toda classe de doenças, senão que também parece agravar e perpetuar toda classe de doenças quando em realidade são induzidas. ...Então, nosso conselho para todos, tanto velhos como jovens, é este: Desfaça-se deste hábito tão cedo como lhe seja possível; e se tem que usar sal, que seja finamente pulverizado e sempre salpicado sobre a comida depois que esta tenha sido cozinhada. ...Desta maneira, uma quantidade bem menor cumprirá o propósito, ou seja, dar gosto; e sempre, quanto menos, melhor". – Cura por Água Para Senhoras, p. 53, escrito em 1844.
EGW 1870 : "No Michigan podemos passar melhor sem sal, açúcar e leite do que muitos que moram no Extremo Oeste ou no Extremo Leste, onde há escassez de frutas.
... Sabemos que o livre uso desses artigos é positivamente nocivo à saúde, e em muitos casos pensamos que, se não fossem usados absolutamente, desfrutar-se-ia muito melhor estado de saúde ". – Conselhos Sobre o Regime Alimentar, p. 468, escrito em 1870.
EGW 1883 : " O alimento deve ser preparado da maneira mais simples possível, livre de condimentos e especiarias, e mesmo de indevida porção de sal". – Conselhos Sobre o Regime Alimentar, p. 340, escrito em 1883.
A Sra. Shew tinha estabelecido claramente princípios de saúde relativos ao sal pelo menos 26 anos antes que Ellen G. White escrevesse sua informação. É possível que os escritos de Ellen G. White possam ter procedido de um livro que leu e não de uma visão?
ESPECIARIAS
MLS 1844 : "Dos outros condimentos estimulantes, como a mostarda, a pimenta, o gengibre, o cravo, a pimenta inglesa, o vinagre, etc., e, em resumo, todas as substâncias que só estimulam, sem proporcionar nenhuma quantidade apreciável de nutrição para o corpo, pouco há que dizer, aparte de que todas são mais ou menos prejudiciais.
...Nessas ocasiões, a mucosa ou capa interior do estômago também apresentava um aspecto não natural". – Cura por Água Para Senhoras, pp. 53, 54, escrito em 1844.
EGW 1870 : " Diz o costume que se ela deseja alimentos cárneos, picles, pratos condimentados ou pastéis de carne, que os coma; o apetite, tão-somente, é que deve ser consultado. E este um grande erro, e causa muito dano. Este dano não pode ser calculado. ... Os órgãos preparadores de sangue não podem converter em bom sangue, os condimentos, pastéis de carne, picles e pratos de carne doentia". – Conselhos Sobre o Regime Alimentar, p. 220, escrito em 1870.
EGW 1890 : "As especiarias irritam a princípio as tenras mucosas do estômago, mas no final destroem a natural sensibilidade dessa delicada membrana". – Conselhos Sobre o Regime Alimentar, p. 341, escrito em 1890.
Não há dúvida de que a Sra. Shew publicou como entendia os princípios de saúde relativos às especiarias e alimentos muito condimentados mais de 26 anos antes que Ellen G. White escrevesse. Não está claro que Ellen G. White não foi avançada para seu tempo nestes assuntos?
CHÁ
MLS 1844 : "O chá é um dos venenos mais destrutivos na natureza. ...Quanto ao seu uso, de todos modos, e até um grau considerável, afirmamos que causa rostos pálidos e nervos transtornados". – Cura por Água Para Senhoras, pp. 59, 60, escrito em 1844.
EGW 1868 : " O chá é venenoso para o organismo. ...Os bebedores de chá e de café, apresentam no rosto os seus vestígios. A pele torna-se pálida, tomando um aspecto sem vida. Não se lhes vê no semblante o brilho da saúde". – Conselhos Sobre o Regime Alimentar, p. 421, escrito em 1868.
EGW 1902 : " E todos devem dar claro testemunho contra o chá e o café, nunca deles se servindo. São narcóticos, de igual forma prejudiciais ao cérebro e a outros órgãos do corpo". – Conselhos Sobre o Regime Alimentar, p. 402, escrito em 1902.
Obviamente, Ellen G. White não foi a primeira a comentar a natureza nada
saudável do chá. Seus pontos de vista sobre o fumo estavam adiantados para seu tempo?
FUMO
MLS 1844 : " Com Muita freqüência, os que deixam de tomar bebidas fortes usam uma crescente quantidade de fumo. Os que usam bebidas alcoólicas em geral têm o hábito de se estimular com fumo. ...Às vezes, aparentemente beneficia ao indivíduo momentaneamente, mas o efeito geral é prejudicial. ...o fumo é um veneno narcótico, cáustico muito poderoso. ...Os que o usam em qualquer quantidade considerável estão
seguros de experimentar ...debilidade nervosa e, com freqüência, um tremor que é extremamente molesto e inconveniente... Em todas suas formas, é completamente prejudicial". – Cura Por Água Para Senhoras, pp. 54-56, escrito em 1844.
EGW 1865 : " fumo, que é um veneno lento mas seguro e mortífero, enfraquecendo o sistema nervoso". – Mensagens Escolhidas, tomo 2, p. 422, escrito em 1865.

CONTINUA

4 comentários:

  1. A véia era pinguça!

    ResponderExcluir
  2. Véia , mas vc tb vai ficar véio viu fofo, se tiver a sdorte que Elen teve .vc é um besta e pensa que nunca vai morrer nada diddo, kkkkk que idiota

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. ellem foi uma profetisa meu queridinho

    ResponderExcluir

SEU COMENTÁRIO SÓ SERÁ PUBLICADO, SE TIVER SEU NOME E EMAIL, CASO CONTRÁRIO, NÃO SERÁ PUBLICADO. Só será publicado se for para refutação com base. Teremos o prazer de publicar, caso contrário não será publicado.